SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue3Stressful working conditions and poor self-rated health among financial services employeesFactors associated with duration of disability benefits: a cohort study author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

GARBIN, Andréia De Conto  and  FISCHER, Frida Marina. Assédio moral no trabalho e suas representações na mídia jornalística. Rev. Saúde Pública [online]. 2012, vol.46, n.3, pp. 417-424.  Epub Apr 24, 2012. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102012005000035.

OBJETIVO: Analisar os discursos sobre assédio moral veiculados na mídia jornalística impressa. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Estudo documental referente ao assédio moral no trabalho, no qual foram analisadas as matérias jornalísticas veiculadas em três jornais de grande circulação do estado de São Paulo, no período de 1990 a 2008. A partir da metodologia de análise do discurso foram reconhecidas as práticas discursivas que configuram o fenômeno do assédio moral na sociedade atual, as explicações para sua ocorrência e a repercussão para a saúde dos trabalhadores. ANÁLISE DOS RESULTADOS: O surgimento do tema nos veículos de comunicação deu-se por meio da divulgação de livros, de produções acadêmicas e de legislações. Ocorreu em editorias que tratam de assuntos gerais e, posteriormente, migrou para as editorias de emprego e/ou de caráter econômico-financeiro. Os discursos de natureza indenizatória, de precaução empresarial e as estratégias de enfrentamento são amplamente difundidos. A promoção da saúde se esvai pela lógica patrimonial. Há um espaço permissivo nas organizações para prática do assédio moral, potencializando os conflitos para atingir as metas e resultados. Indiferença, constrangimentos, desqualificações e ridicularizações foram comuns nas matérias. CONCLUSÕES: As explicações sobre o assédio tendem a uma interpretação psicológica do fenômeno, acentuando o caráter individualista e minimizando uma abordagem coletiva. Os discursos banalizam o assédio ao criarem caricaturas para os atores envolvidos. O conteúdo psicológico e a estigmatização produzem sentido na sociedade, contribuindo para naturalizar o assédio moral no trabalho e banalizar a violência no trabalho.

Keywords : Comportamento Social; Ambiente de Trabalho; Psicologia Social; Notícias; Jornais; Pesquisa Qualitativa; Assédio moral.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese