SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue3Representations of workplace psychological harassment in print news mediaValidation of the questionnaire on hand function assessment in leprosy author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Abstract

SOUZA, Norma Suely Souto  and  SANTANA, Vilma Sousa. Fatores associados à duração dos benefícios por incapacidade: um estudo de coorte. Rev. Saúde Pública [online]. 2012, vol.46, n.3, pp. 425-434.  Epub Apr 03, 2012. ISSN 0034-8910.  http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102012005000025.

OBJETIVO: Analisar fatores associados à duração dos benefícios por incapacidade por doenças musculoesqueléticas na região cervical e/ou em membros superiores relacionadas ao trabalho. MÉTODOS: Estudo de coorte ambispectivo com 563 trabalhadores segurados do Regime Geral da Previdência Social que receberam benefício por incapacidade temporária por doenças musculoesqueléticas da região cervical e membros superiores relacionadas ao trabalho em Salvador, BA, em 2008. Os dados provieram de um inquérito conduzido pela Auditoria Regional do Instituto Nacional do Seguro Social e de registros administrativos. Foram analisadas variáveis sociodemográficas, relacionadas ao trabalho, características do agravo e aspectos relacionados ao seguro social. Os fatores associados ao tempo até a cessação do benefício foram identificados com técnicas de análise de sobrevida. RESULTADOS: Posição socioeconômica baixa (RR = 1,29; IC95% 1,02;1,64), idade abaixo de 39 anos (RR = 1,23; IC95% 1,03;1,47), reposição de renda pelo Instituto Nacional do Seguro Social < 100% (RR = 1,24; IC95% 1,04;1,47) e expectativa alta de retorno ao trabalho (RR = 1,20; IC95% 1,00;1,44) são as categorias relacionadas com maior taxa de cessação do benefício e sua menor duração. CONCLUSÕES: Fatores não estritamente médicos, como posição socioeconômica, idade, expectativa relativa ao retorno ao trabalho e nível de reposição de renda pelo Instituto Nacional do Seguro Social parecem influenciar a duração do benefício. Essas hipóteses deverão ser testadas posteriormente com estudos confirmatórios para aprimorar o entendimento do processo de determinação da incapacidade para o trabalho.

Keywords : Licença Médica; Doenças Musculoesqueléticas; Seguro por Invalidez, utilização; Benefícios do Seguro; Seguro Saúde; Saúde do Trabalhador; Estudos de Coortes.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese