SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 issue4Saúde-doença: uma concepção popular da etiologia author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

PENNA, Maria Lucia Fernandes. Uma abordagem ecológica da tuberculose. Cad. Saúde Pública [online]. 1988, vol.4, n.4, pp. 356-362. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X1988000400002.

O estudo da epidemiologia das doenças infecciosas é na maioria das vezes baseado no estudo da transmissão. A aplicação de modelos ecológicos, que abordam a limitação do número de parasitas ou os mecanismos para sua perpetuação, ao caso da tuberculose aponta que o mecanismo fundamental na determinação da tendência epidemiológica do problema é a resistência ao adoecimento após a infecção, e não a transmissão. Esta resistência é por sua vez determinada pelo mecanismo de retroalimentação genética, cuja atuação tende a desaparecer com a redução da mortalidade por tuberculose, e pelas condições de vida da população. Programas de controle baseados na interrupção produzem pequeno impacto sobre a epidemiologia da doença, pois não se trata de uma infecção limitada pela transmissão.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese