SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue4Blood pressure, capillary glucose, and anthropometric measurements in a Yanomámi populationMigration, colonization and environment: the potential of Amazonian ecosystems author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

PAUMGARTTEN, Francisco J. R.. Avaliação de risco de substâncias químicas: o elo entre a toxicologia e a saúde pública. Cad. Saúde Pública [online]. 1993, vol.9, n.4, pp. 439-447. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X1993000400004.

Virtualmente todas as substâncias químicas podem causar efeitos adversos, dependendo da dose e das condições em que os indivíduos são a elas expostos. A toxicologia, isto é, o estudo dos efeitos danosos de substâncias químicas em organismos vivos, fornece a base de dados científicos na qual se apoia a avaliação de risco de efeitos adversos para a saúde. Avaliação de Risco (AR) é o processo de se estimar a probabilidade que um composto químico tem de vir a produzir efeitos adversos numa dada população, em determinadas condições de exposição. A avaliação de risco consiste de quatro estágios: identificação da periculosidade (IP); avaliação da exposição (AE); avaliação da relação dose-efeito (ADE); e caracterização do risco (CR). O processo de avaliação de risco como um todo possibilita a realização da análise custo (risco)/benefício e, portanto, do gerenciamento do risco, em bases racionais. A capacidade de se realizar a avaliação de risco é, assim, condição sine qua non para a tomada de decisões que estejam voltadas para se alcançar um equilíbrio entre desenvolvimento econômico e uma adequada proteção da saúde pública e do meio ambiente.

Keywords : Toxicologia; Avaliação de Risco; Gerenciamento do Risco; Câncer; Saúde Pública; Desenvolvimento Econômico; Saúde Ambiental.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English