SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue4Risk profile: multivariate cluster analysis of urban small areas based on socioeconomic indicators - census tracts from the Greater Rio de Janeiro Metropolitan AreaPhysicians and health care: state, market or regulation? A false issue author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

KALCKMANN, Suzana et al. O diafragma como método contraceptivo: a experiência de usuárias de serviços públicos de saúde. Cad. Saúde Pública [online]. 1997, vol.13, n.4, pp. 647-657. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X1997000400008.

Este estudo objetiva descrever como o diafragma foi incorporado ao cotidiano de 194 mulheres que o escolheram como contraceptivo, em cinco serviços públicos da região de Osasco, Grande São Paulo, no período de agosto de 1989 a agosto de 1991. O seguimento dessa coorte foi realizado por meio de entrevistas domiciliares semestrais. Constatou-se que o diafragma pode ser uma escolha viável, pois as mulheres, mesmo as de baixa renda, interessam-se por inovações que possam representar alternativas às suas práticas contraceptivas. No entanto, a taxa acumulada de continuidade de uso aos 12 meses foi de 25,7%; após 365 dias, 39 mulheres mantiveram o seu uso contínuo. Do total de mulheres que escolheram o diafragma, 37,1% referiram usá-lo em todas as relações durante o período de observação. Os resultados mostram a necessidade de os serviços readequarem a atividade de planejamento familiar, no sentido de dar um maior suporte às mulheres que optaram pelo diafragma, envolvendo seus parceiros nesta tomada de decisão. Além disso, a equipe de planejamento familiar da unidade também precisaria de um reforço contínuo visando aprimorar as técnicas de medição e o apoio à mulher frente as suas dificuldades iniciais com o método.

Keywords : Diafragma; Planejamento Familiar; Anticoncepcionais.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese