SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 suppl.1The Dolly case, the Polly drug, and the morality of human cloningApocalypse... Now? Molecular epidemiology, predictive genetic tests, and social communication of genetic contents author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

MORI, Maurizio. A moralidade da reprodução assistida e da manipulação genética. Cad. Saúde Pública [online]. 1999, vol.15, suppl.1, pp. S65-S72. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X1999000500008.

O autor se propõe a analisar os argumentos pró e contra as várias formas de reprodução assistida, inclusive aquela dependente da assim chamada manipulação genética. Mostra como os únicos argumentos com chance de chegar ao consenso, ou, pelo menos, a um acordo, sejam os argumentos racionais, embasados em princípios éticos (universalmente aceitáveis), ou corroborados por fatos empíricos e experiências de vida (como ponto de partida para identificar os problemas que requerem análise). Após uma parte desconstrutiva, na qual aponta a incoerência e a inconsistência dos argumentos contrários, o autor defende o direito dos humanos em decidir autonomamente acerca das formas mais saudáveis de procriação, inclusive aquelas que envolvem manipulações genéticas. Para tanto, baseia-se no princípio moral segundo o qual é moralmente preferível interferir nos processos naturais que não intervir quando isso implica prevenir e reduzir doenças e sofrimento.

Keywords : Reprodução; Genética Médica; Bioética.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English