SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue1Demographic and spatial aspects of scorpionic accident in the northwest region of Belo Horizonte city, Minas Gerais, 1993-1996Operationalizing the categories access and decentralization in health systems analysis author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

CALDEIRA, Cristiane; MATTOS, Rita de Cassia Oliveira da Costa; MEYER, Armando  and  MOREIRA, Josino Costa. Limites de aplicabilidade da determinação do ácido D-aminolevulínico urinário como teste screening na avaliação da intoxicação profissional pelo chumbo. Cad. Saúde Pública [online]. 2000, vol.16, n.1, pp. 225-230. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2000000100023.

A aplicabilidade da determinação da concentração do ácido D-aminolevulínico urinário (ALA-U) no controle da saúde de trabalhadores expostos ocupacionalmente ao chumbo foi realizada em dois grupos de trabalhadores. Os valores médios de Pb-S para os dois grupos foram 17,3 µg/dl (6,2-39,4) e 61,5 µg/dl (41,1-91,0), respectivamente. As concentrações de ALA-U foram determinadas por HPLC e por espectrofotometria. Uma correlação significativa (p<0,001) foi obtida, relacionando-se os valores de ALA/HPLC com os de Pb-S (R = 0,739 para o primeiro grupo; R = 0,902 para o segundo grupo). Também foi avaliado o teste de ALA-U como indicador de diferentes concentrações de chumbo no sangue. Adotando-se a concentração de ALA-U de 3 mg/g de creatinina como limite para detectar concentrações de Pb-S iguais ou maiores que 20 µg/dl, o teste mostrou uma sensibilidade de 92% e uma especificidade de 90%. Em ambos os grupos estudados, tanto o número de falsos positivos como o de falsos negativos foram inferiores a 10%, sendo, portanto, suficientes para validar o teste.

Keywords : Intoxicação por Chumbo; Ácido Aminolevulínico; Exposição Ocupacional; Saúde Ocupacional.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese