SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue4The epidemiology and control of leishmaniasis in Andean countriesRecent health services reform in Quebec Province, Canada: on the frontier of preserving a public system author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

SCHRAMM, Fermin Roland  and  ESCOSTEGUY, Claudia Caminha. Bioética e avaliação tecnológica em saúde. Cad. Saúde Pública [online]. 2000, vol.16, n.4, pp. 951-961. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2000000400014.

A vigência simultânea do paradigma biotecnocientífico (que incentiva a incorporação tecnológica) e da cultura dos limites (que seleciona as tecnologias) constitui um grande desafio aos sistemas sanitários atuais, suscitando debates éticos e políticos sobre as escolhas a serem feitas. A avaliação tecnológica em saúde diz respeito à análise das conseqüências dos cuidados em saúde e das políticas de saúde, e apresenta pontos de interseção com a bioética, apesar de serem campos distintos. A importância das implicações éticas e sociais da avaliação tecnológica é cada vez mais reconhecida, mas a maioria das publicações tem enfatizado apenas os aspectos metodológicos e científicos. Existem vários tipos de interesses envolvidos na incorporação tecnológica, fontes de conflitos de valores. As implicações éticas incluem aquelas relativas aos ensaios clínicos para aferir sua eficácia; à avaliação da boa ou má prática médica; à forma de incorporar as novas tecnologias e à sua efetividade; ao acesso e à alocação de recursos disponíveis. A incorporação da dimensão ética na avaliação tecnológica possibilitará melhor compreensão da prática de saúde e um avanço em direção ao seu aprimoramento.

Keywords : Bioética; Avaliação da Tecnologia Biomédica; Qualidade dos Cuidados de Saúde.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese