SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 suppl.2Chagas disease in BrazilCurrent situation with Chagas disease vector control in the Americas author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

On-line version ISSN 1678-4464
Print version ISSN 0102-311X

Abstract

DIAS, João Carlos Pinto; MACHADO, Evandro M. M.; FERNANDES, Antônia Lins  and  VINHAES, Márcio C.. Esboço geral e perspectivas da doença de Chagas no Nordeste do Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2000, vol.16, suppl.2, pp.S13-S34. ISSN 1678-4464.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2000000800003.

Apresentam-se dados primários e secundários da doença de Chagas no Nordeste do Brasil, com prioridade para o vetor, a transmissão e o controle. Assinalam-se 27 espécies vetoras, com importância basicamente para Triatoma infestans, Panstrongylus megistus, Triatoma brasiliensis e Triatoma pseudomaculata. As duas primeiras foram mais domiciliadas, causaram mais impacto médico-social e têm sido eliminadas mediante continuado controle químico. As duas últimas são nativas, ubiqüistas e mais peridomésticas, de difícil controle e menor impacto, remanescendo como grande desafio operacional. Há diversidade nos padrões de transmissão e da doença na região, explicáveis por diferentes situações ecológicas e sociais, possivelmente envolvendo diferentes cepas de Trypanosoma cruzi. A doença de Chagas é importante no Nordeste, embora com menor morbi-mortalidade aparente que no Sudeste e em Goiás. Há uma tendência à diminuição da transmissão e impacto da doença na região, mas preocupa a progressiva desativação regional da Fundação Nacional de Saúde, sem a correspondente absorção de suas atividades pelos Estados e municípios.

Keywords : Doença de Chagas; Triatominae; Insetos Vetores; Controle de Vetores; Prevenção e Controle.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )