SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 suppl.2Chagas disease in BrazilCurrent situation with Chagas disease vector control in the Americas author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

DIAS, João Carlos Pinto; MACHADO, Evandro M. M.; FERNANDES, Antônia Lins  and  VINHAES, Márcio C.. Esboço geral e perspectivas da doença de Chagas no Nordeste do Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2000, vol.16, suppl.2, pp. S13-S34. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2000000800003.

Apresentam-se dados primários e secundários da doença de Chagas no Nordeste do Brasil, com prioridade para o vetor, a transmissão e o controle. Assinalam-se 27 espécies vetoras, com importância basicamente para Triatoma infestans, Panstrongylus megistus, Triatoma brasiliensis e Triatoma pseudomaculata. As duas primeiras foram mais domiciliadas, causaram mais impacto médico-social e têm sido eliminadas mediante continuado controle químico. As duas últimas são nativas, ubiqüistas e mais peridomésticas, de difícil controle e menor impacto, remanescendo como grande desafio operacional. Há diversidade nos padrões de transmissão e da doença na região, explicáveis por diferentes situações ecológicas e sociais, possivelmente envolvendo diferentes cepas de Trypanosoma cruzi. A doença de Chagas é importante no Nordeste, embora com menor morbi-mortalidade aparente que no Sudeste e em Goiás. Há uma tendência à diminuição da transmissão e impacto da doença na região, mas preocupa a progressiva desativação regional da Fundação Nacional de Saúde, sem a correspondente absorção de suas atividades pelos Estados e municípios.

Keywords : Doença de Chagas; Triatominae; Insetos Vetores; Controle de Vetores; Prevenção e Controle.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese