SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue2Suicide among the Tikúna on the Upper Solimões River: an expression of conflictsChild health and nutrition in a Teréna indigenous community, Mato Grosso do Sul, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

GUGELMIN, Sílvia A.  and  SANTOS, Ricardo Ventura. Ecologia humana e antropometria nutricional de adultos Xavánte, Mato Grosso, Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2001, vol.17, n.2, pp. 313-322. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2001000200006.

Este estudo visa analisar comparativamente o perfil ecológico-humano e o antropométrico de duas comunidades indígenas Xavánte - Etéñitépa (ou Pimentel Barbosa) e São José - de Mato Grosso, Brasil. Os dados foram coletados respectivamente em 1994 e 1998/1999. A pesquisa envolveu caracterização dos padrões de alocação de tempo e de antropometria de adultos acima de 20 anos de idade. Os Xavánte de Etéñitépa despendem mais tempo em atividades ligadas à horticultura, pesca, caça e coleta; os de São José exercem mais funções remuneradas e extra-aldeia, em que há, em geral, menor atividade física. Os valores médios de estatura das duas comunidades são próximos, mas há diferenças marcantes quanto à massa corporal e ao IMC (Índice de Massa Corporal). O grupo de São José exibiu valores de IMC superiores aos de Etéñitépa em quase todas as faixas etárias. Em São José há prevalência de obesidade em homens (24,6%) e mulheres (41,3%); em Etéñitépa, os valores foram respectivamente de 2,5% e 4,8%. Sugere-se que o perfil nutricional diferenciado resulta, em muito, de diferentes trajetórias de interação social, política e econômica com a sociedade nacional envolvente.

Keywords : Antropometria; Obesidade; Xavánte; Índios Sul-Americanos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese