SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue3"Knowing about AIDS" and sexual precautions among low-income women from the southern area of Buenos Aires. Notes for defining prevention policiesUse of dust and air as indicators of environmental pollution in areas adjacent to a source of stationary lead emission author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

CODECO, Cláudia Torres  and  LUZ, Paula Mendes. A coqueluche realmente está reermegindo? Reflexões a partir de um modelo baseado no indivíduo. Cad. Saúde Pública [online]. 2001, vol.17, n.3, pp. 491-500. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2001000300005.

Neste trabalho, nós apresentamos um modelo de indivíduos, cuja representação espacial é explícita, para simular a dinâmica da coqueluche numa pequena população. Utilizando esta abordagem de simulação, podemos construir modelos complexos utilizando informações sobre a estrutura populacional dos parasitas (diversidade fenotípica, de virulência, etc) sobre a estrutura populacional humana (risco individual, estrutura etária, matrizes de interação, resposta imunológica, etc) assim como processos evolutivos e de aprendizagem. Nós parametrizamos este modelo para representar a dinâmica da coqueluche numa população com estrutura etária. Coqueluche é uma infecção aguda do trato respiratório, causada por Bordetella pertussis. Apesar da vacinação em larga escala em vários países, esta infecção está reemergindo por todo o mundo, atacando adultos e crianças. Reemergência tem sido atribuída a vários fatores: perda gradual da imunidade adquirida; aumento do número de portadores assintomáticos; seleção natural de variantes resistentes à vacina. Aqui, nós modelamos estas hipóteses e analisamos seu potencial explicativo com relação ao aumento de casos de coqueluche.

Keywords : Coqueluche; Vacina de Coqueluche; Simulação por Computador.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English