SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue6Arterial hypertension among oil-drilling workers exposed to noisePrevalence of canine filariasis by Dirofilaria immitis and Dipetalonema reconditum in Maceió, Alagoas State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

GARRAFA, Volnei  and  PRADO, Mauro Machado do. Mudanças na Declaração de Helsinki: fundamentalismo econômico, imperialismo ético e controle social. Cad. Saúde Pública [online]. 2001, vol.17, n.6, pp. 1489-1496. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2001000600033.

O presente trabalho consiste em uma reflexão crítica sobre as tentativas de alterações na Declaração de Helsinki, entendida como um dos documentos que representam as teses democráticas vencedoras da segunda metade do século passado, portanto, patrimônio da humanidade, pelo seu valor de referência como diretrizes éticas a serem observadas em pesquisas envolvendo seres humanos. Assim, o controle sobre tal documento deve ser coletivo, mundial, societário, e qualquer mudança suscita amplo debate, participação e discussão, visando-se evitar algum retrocesso humanitário. Este estudo analisa alguns fatos atuais relacionados com pesquisas com sujeitos humanos, desenvolvidas em países chamados "periféricos" ou "em desenvolvimento". E, também, faz uma interpretação sócio-política da questão, em que se evidencia que o fundamentalismo econômico por parte dos países ricos resulta em um inevitável imperialismo ético, expondo ainda mais as comunidades dos países pobres à vulnerabilidade, discriminação e exclusão social.

Keywords : Declaração de Helsinki; Ética; Pesquisa com Seres Humanos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese