SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue1Male participation in contraceptive useResilience and child abuse author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Cadernos de Saúde Pública

On-line version ISSN 1678-4464Print version ISSN 0102-311X

Abstract

GURGEL, Ricardo Queiroz; FRANCA, Vera Lúcia Alves  and  MATOS, Diana Melo de. Evolução da migração de partos para Aracaju, Sergipe, Brasil, 1970-1996. Cad. Saúde Pública [online]. 2003, vol.19, n.1, pp.217-225. ISSN 1678-4464.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2003000100024.

O objetivo deste estudo é descrever a evolução da migração de partos do interior do Estado de Sergipe para a capital (Aracaju), no período compreendido entre 1970 e 1996. Para tanto utilizou-se a informação "município de residência da mãe" cujo parto ocorreu nas maternidades de Aracaju, nos anos de 1970, 1976, 1986 e 1996. Ao se estudar as proporções de mães não residentes em Aracaju, verificaram-se diferenças significativas, sendo que o período com maiores percentuais de migração ocorreu entre 1976 e 1986. A migração foi estimulada pela melhoria das rodovias que dão acesso à capital (a partir de 1970) e pelo incentivo político com fins eleitoreiros (clientelismo). Assim, a melhoria na estrutura hospitalar do interior não impediu o aumento da migração para a capital. Em Sergipe, no período em estudo, houve um crescimento de 134,6% do número de partos ocorridos na capital, provenientes de outras localidades. Além disso, observa-se intensidades de variação diferenciadas, quando se analisa o fenômeno por regiões, tendo em vista a melhoria das condições de acessibilidade. Faz-se necessária a regionalização e hierarquização da assistência ao parto e ao recém-nascido, para que se possa dar um atendimento adequado às gestantes e aos seus filhos.

Keywords : Parto; Assistência Perinatal; Maternidades.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )