SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue1Male participation in contraceptive useResilience and child abuse author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

GURGEL, Ricardo Queiroz; FRANCA, Vera Lúcia Alves  and  MATOS, Diana Melo de. Evolução da migração de partos para Aracaju, Sergipe, Brasil, 1970-1996. Cad. Saúde Pública [online]. 2003, vol.19, n.1, pp. 217-225. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2003000100024.

O objetivo deste estudo é descrever a evolução da migração de partos do interior do Estado de Sergipe para a capital (Aracaju), no período compreendido entre 1970 e 1996. Para tanto utilizou-se a informação "município de residência da mãe" cujo parto ocorreu nas maternidades de Aracaju, nos anos de 1970, 1976, 1986 e 1996. Ao se estudar as proporções de mães não residentes em Aracaju, verificaram-se diferenças significativas, sendo que o período com maiores percentuais de migração ocorreu entre 1976 e 1986. A migração foi estimulada pela melhoria das rodovias que dão acesso à capital (a partir de 1970) e pelo incentivo político com fins eleitoreiros (clientelismo). Assim, a melhoria na estrutura hospitalar do interior não impediu o aumento da migração para a capital. Em Sergipe, no período em estudo, houve um crescimento de 134,6% do número de partos ocorridos na capital, provenientes de outras localidades. Além disso, observa-se intensidades de variação diferenciadas, quando se analisa o fenômeno por regiões, tendo em vista a melhoria das condições de acessibilidade. Faz-se necessária a regionalização e hierarquização da assistência ao parto e ao recém-nascido, para que se possa dar um atendimento adequado às gestantes e aos seus filhos.

Keywords : Parto; Assistência Perinatal; Maternidades.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese