SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue2Comparison of nutritional status of low-income children in the second year of life before and after primary health care interventionNew educational strategies: evaluation of the Jury Trial technique for training council members in women's health in Santa Catarina, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

MARIN-LEON, Leticia  and  VIZZOTTO, Marília Martins. Comportamentos no trânsito: um estudo epidemiológico com estudantes universitários. Cad. Saúde Pública [online]. 2003, vol.19, n.2, pp. 515-523. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2003000200018.

Com o objetivo de descrever os comportamentos auto-referidos no trânsito e comparar a freqüência de comportamentos de risco entre condutores com e sem história de acidentes de trânsito (AT), foi realizado um estudo transversal com 2.116 estudantes de 18 a 25 anos, de uma universidade pública do Brasil. Para observar quais as variáveis independentes que se associam ao antecedente de AT como condutor de carro, foram calculadas: freqüências, c2, p, odds ratio e intervalo de confiança de 95%. O sexo masculino foi analisado mediante modelo de Regressão Logística. Observou-se maior risco de AT no sexo masculino. Os condutores com maior freqüência de comportamentos inseguros para o trânsito apresentaram maior risco de AT. No sexo masculino as variáveis comportamentais associadas a AT foram "ter sido multado", "dirigir pelo acostamento" e "dirigir logo após consumir álcool". Também foi observado que os jovens tendem a não reconhecer sua responsabilidade nos AT. São necessárias intervenções dirigidas aos estudantes, devendo priorizar os homens, especialmente os de renda elevada.

Keywords : Acidentes de Trânsito; Comportamento de Risco; Estudantes.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese