SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 suppl.2Evaluating quality of care in an AIDS program: health services research issues in BrazilComprehensive health care and integrated health services: challenges for evaluating the implementation of a "system without walls" author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

NORONHA, José Carvalho de et al. Aplicação da mortalidade hospitalar após a realização de cirurgia de revascularização do miocárdio para monitoramento do cuidado hospitalar. Cad. Saúde Pública [online]. 2004, vol.20, suppl.2, pp. S322-S330. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2004000800025.

Este estudo classificou os hospitais vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS) do Brasil com base no desempenho para a realização de cirurgia de revascularização do miocárdio, entre 1996 e 1998, com o uso da taxa de mortalidade hospitalar ajustada pelo risco de morrer. Foram estudados 76 hospitais (58,00% do total) que realizaram mais de 150 cirurgias no período, correspondentes a 38.962 cirurgias (92,10% do total), que foram classificados como desviantes altos ou baixos, de acordo com a razão entre o número observado e o esperado de óbitos para cada hospital. A taxa global de mortalidade hospitalar foi de 7,20%. Para o grupo de pacientes operados nos hospitais desviantes baixos, foi de 3,48%, e, de 13,96% para os desviantes altos. A metodologia tem utilidade para discriminar os hospitais brasileiros com relação à mortalidade pós cirurgia de revascularização do miocárdio e pode ser um instrumento útil para identificação daqueles que possam apresentar problemas de qualidade.

Keywords : Serviços de Saúde; Revascularização Miocárdia; Mortalidade Hospitalar; Cirurgia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese