SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue3Brazilian public health research output related to the environmentMothers' perspectives on infant death: an investigation beyond the statistics author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

GRIEP, Rosane Harter et al. Validade de constructo de escala de apoio social do Medical Outcomes Study adaptada para o português no Estudo Pró-Saúde. Cad. Saúde Pública [online]. 2005, vol.21, n.3, pp. 703-714. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2005000300004.

Este artigo verifica a validade de constructo da escala de apoio social utilizada em um estudo de coorte de trabalhadores de uma universidade no Rio de Janeiro, Brasil (Estudo Pró-Saúde). Os dados foram obtidos na primeira etapa do estudo, realizada em 1999, na qual 4.030 funcionários técnico-administrativos completaram, no ambiente de trabalho, um questionário multidimensional e autopreenchível. Associações entre as dimensões de apoio social e características sócio-demográficas, relacionadas à saúde e ao bem-estar, foram avaliadas. Por meio da análise fatorial, foi possível discriminar três dimensões de apoio: interação social positiva/apoio afetivo; apoio emocional/de informação; e apoio material. Foram confirmadas as hipóteses de que indivíduos menos solitários, com melhor estado de saúde auto-referido, com relato de participação mais freqüente em atividades sociais em grupo e sem suspeição para transtornos mentais comuns teriam maior percepção de apoio social. Conclui-se que há evidências de que o instrumento apresenta validade de constructo, indicando-se sua utilização em análises futuras, no âmbito do Estudo Pró-Saúde e em populações similares.

Keywords : Apoio Social; Estudos de Coortes; Questionários.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese