SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue3Prevalence and variables associated with leisure-time sedentary lifestyle in adultsThe debate on lower back pain and its relationship to work: a retrospective study of workers on sick leave author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

VILLELA, Marcos M. et al. Vigilância entomológica da doença de Chagas na região centro-oeste de Minas Gerais, Brasil, entre os anos de 2000 e 2003. Cad. Saúde Pública [online]. 2005, vol.21, n.3, pp. 878-886. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2005000300022.

Em Minas Gerais, Brasil, após a eliminação do Triatoma infestans, realizada pelo Programa de Controle da Doença de Chagas (PCDCh), algumas espécies, como Panstrongylus megistus, merecem maior atenção da vigilância entomológica. Com a reforma sanitária, as ações do PCDCh couberam aos municípios, e alguns têm encontrado dificuldades administrativas e operacionais para a realização e/ou manutenção do programa. O presente trabalho objetivou analisar a vigilância entomológica da doença de Chagas nos 54 municípios supervisionados pela Diretoria de Ações Descentralizadas da Saúde de Divinópolis, entre 2000 e 2003. Em 46 municípios, foram capturados 1.531 triatomíneos nesse período, sendo que 94,1% dos insetos eram exemplares de P. megistus. O índice de infecção para T. cruzi foi de 1,3% nos insetos examinados. Ao todo, foram realizadas 850 notificações distribuídas em 46 municípios, que resultaram em 835 atendimentos, o que mostra que o PCDCh está ativo e eficiente na maioria dos municípios analisados. Constatou-se que os triatomíneos continuam a invadir e eventualmente colonizar o ambiente domiciliar, ainda que em baixa densidade, demonstrando a importância da manutenção e do aprimoramento da vigilância entomológica na região.

Keywords : Doença de Chagas; Vigilância Epidemiológica; Panstrongylus.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese