SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue3Perspectives on urban conditions and population health author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

MONTE-MOR, Roberto Luís. O que é o urbano, no mundo contemporâneo?. Cad. Saúde Pública [online]. 2005, vol.21, n.3, pp. 942-948. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2005000300030.

Conceitos centrais da vida contemporânea - política, civilização, cidadania - derivam da forma e organização da cidade. A cidade expressa a divisão sócio-espacial do trabalho, e Henri Lefèbvre propõe pensá-la do ponto de vista de um continuum da cidade política ao urbano, no qual se completa a dominação do campo. A passagem da cidade ao urbano foi marcada por a indústria trazendo a produção - e o proletariado - para o espaço do poder. A cidade, locus do excedente, do poder e da festa, cenário privilegiado da reprodução social, ficou, assim, subordinada à lógica industrial e sofreu, então, duplo processo: sua centralidade implodiu sobre si mesma e sua periferia explodiu sobre o entorno através do tecido urbano, que carregou consigo o germe da pólis, da civitas. A práxis urbana, antes restrita à cidade, repolitizou todo o espaço social. No Brasil, o urbano teve origem na política concentradora e integradora dos governos militares, em seqüência ao expansionismo varguista e à interiorização desenvolvimentista juscelinista. Hoje, o urbano-industrial se impõe virtualmente a todo o espaço social, na urbanização extensiva dos nossos dias.

Keywords : Cidades; Urbanização; Saúde Urbana.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English