SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue3Perspectives on urban conditions and population health author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Cadernos de Saúde Pública

On-line version ISSN 1678-4464Print version ISSN 0102-311X

Abstract

MONTE-MOR, Roberto Luís. O que é o urbano, no mundo contemporâneo?. Cad. Saúde Pública [online]. 2005, vol.21, n.3, pp.942-948. ISSN 1678-4464.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2005000300030.

Conceitos centrais da vida contemporânea - política, civilização, cidadania - derivam da forma e organização da cidade. A cidade expressa a divisão sócio-espacial do trabalho, e Henri Lefèbvre propõe pensá-la do ponto de vista de um continuum da cidade política ao urbano, no qual se completa a dominação do campo. A passagem da cidade ao urbano foi marcada por a indústria trazendo a produção - e o proletariado - para o espaço do poder. A cidade, locus do excedente, do poder e da festa, cenário privilegiado da reprodução social, ficou, assim, subordinada à lógica industrial e sofreu, então, duplo processo: sua centralidade implodiu sobre si mesma e sua periferia explodiu sobre o entorno através do tecido urbano, que carregou consigo o germe da pólis, da civitas. A práxis urbana, antes restrita à cidade, repolitizou todo o espaço social. No Brasil, o urbano teve origem na política concentradora e integradora dos governos militares, em seqüência ao expansionismo varguista e à interiorização desenvolvimentista juscelinista. Hoje, o urbano-industrial se impõe virtualmente a todo o espaço social, na urbanização extensiva dos nossos dias.

Keywords : Cidades; Urbanização; Saúde Urbana.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )