SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue4The evolution in the concept of smokingHealth regions and geographic scales author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

MEDEIROS, Lidia Rosi et al. Transmissão vertical do papilomavírus humano: uma revisão sistemática quantitativa. Cad. Saúde Pública [online]. 2005, vol.21, n.4, pp. 1006-1015. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2005000400003.

Para entendimento do modo exato de transmissão vertical e de seu risco em gestantes assintomáticas, bem como a relação entre a transmissão de HPV e o tipo de parto, foi proposta uma revisão sistemática quantitativa de coortes prospectivas. Foi realizada uma busca na Biblioteca Cochrane, MEDLINE, LILACS, CANCERLIT e EMBASE e nas referências dos estudos identificados. Nove estudos, que contaram com 2.111 gestantes e 2.113 recém-nascidos, foram incluídos de acordo com critério de seleção e foram analisados. O teste positivo para HPV na mãe aumentou o risco de transmissão vertical para HPV, com risco relativo (RR = 4,8; IC95%: 2,2-10,4). Foi observado um maior risco de infecção por HPV após parto vaginal (RR = 1,8; IC95%: 1,3-2,4). Os resultados dessa metanálise mostraram uma taxa de positividade para o DNA do HPV somente após o nascimento, porém a taxa de positividade para DNA do HPV em amostras de recém-nascidos não indica infecção; pode indicar apenas contaminação. Concluiu-se que a transmissão perinatal de HPV pode ocorrer e, após parto vaginal, os recém nascidos têm risco maior para exposição ao vírus.

Keywords : Revisão Sistemática [Tipo de Publicação]; Metanálise; Transmissão Vertical de Doença; Papilomavírus.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English