SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue4The evolution in the concept of smokingHealth regions and geographic scales author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Cadernos de Saúde Pública

On-line version ISSN 1678-4464Print version ISSN 0102-311X

Abstract

MEDEIROS, Lidia Rosi et al. Transmissão vertical do papilomavírus humano: uma revisão sistemática quantitativa. Cad. Saúde Pública [online]. 2005, vol.21, n.4, pp.1006-1015. ISSN 1678-4464.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2005000400003.

Para entendimento do modo exato de transmissão vertical e de seu risco em gestantes assintomáticas, bem como a relação entre a transmissão de HPV e o tipo de parto, foi proposta uma revisão sistemática quantitativa de coortes prospectivas. Foi realizada uma busca na Biblioteca Cochrane, MEDLINE, LILACS, CANCERLIT e EMBASE e nas referências dos estudos identificados. Nove estudos, que contaram com 2.111 gestantes e 2.113 recém-nascidos, foram incluídos de acordo com critério de seleção e foram analisados. O teste positivo para HPV na mãe aumentou o risco de transmissão vertical para HPV, com risco relativo (RR = 4,8; IC95%: 2,2-10,4). Foi observado um maior risco de infecção por HPV após parto vaginal (RR = 1,8; IC95%: 1,3-2,4). Os resultados dessa metanálise mostraram uma taxa de positividade para o DNA do HPV somente após o nascimento, porém a taxa de positividade para DNA do HPV em amostras de recém-nascidos não indica infecção; pode indicar apenas contaminação. Concluiu-se que a transmissão perinatal de HPV pode ocorrer e, após parto vaginal, os recém nascidos têm risco maior para exposição ao vírus.

Keywords : Revisão Sistemática [Tipo de Publicação]; Metanálise; Transmissão Vertical de Doença; Papilomavírus.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )