SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue4Vertical transmission of the human papillomavirus: a systematic quantitative reviewInclusion of oral health services in the Family Health Program in the State of Paraná, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

GUIMARAES, Raul Borges. Regiões de saúde e escalas geográficas. Cad. Saúde Pública [online]. 2005, vol.21, n.4, pp. 1017-1025. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2005000400004.

O presente artigo tem como objetivo central discutir o processo de regionalização da saúde no país, considerando-se o novo cenário de direcionamento do investimento de unidades públicas de saúde, a partir da publicação da Norma Operacional de Assistência à Saúde (NOAS - SUS 01/2001). Para isso, um esforço faz-se necessário: o de superação da compreensão predominante a respeito de alguns conceitos, principalmente o de região e de escala geográfica. A proposta de divisão regional dessa NOAS baseia-se no conceito de região de planejamento que, desde a fundação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, tem subsidiado as políticas territoriais do Estado brasileiro. Contudo, a regionalização da saúde no Brasil é uma necessidade para o fortalecimento do SUS e uma mudança qualitativa da política nacional de saúde. É preciso avançar, relacionando a divisão regional do Brasil com a questão da escala. O que está em questão é se a regionalização da saúde brasileira representa ou não um aprimoramento das mediações entre as diversas escalas do SUS.

Keywords : Regionalização; Política de Saúde; Geografia Médica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese