SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue4Vertical transmission of the human papillomavirus: a systematic quantitative reviewInclusion of oral health services in the Family Health Program in the State of Paraná, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

On-line version ISSN 1678-4464

Abstract

GUIMARAES, Raul Borges. Regiões de saúde e escalas geográficas. Cad. Saúde Pública [online]. 2005, vol.21, n.4, pp. 1017-1025. ISSN 1678-4464.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2005000400004.

O presente artigo tem como objetivo central discutir o processo de regionalização da saúde no país, considerando-se o novo cenário de direcionamento do investimento de unidades públicas de saúde, a partir da publicação da Norma Operacional de Assistência à Saúde (NOAS - SUS 01/2001). Para isso, um esforço faz-se necessário: o de superação da compreensão predominante a respeito de alguns conceitos, principalmente o de região e de escala geográfica. A proposta de divisão regional dessa NOAS baseia-se no conceito de região de planejamento que, desde a fundação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, tem subsidiado as políticas territoriais do Estado brasileiro. Contudo, a regionalização da saúde no Brasil é uma necessidade para o fortalecimento do SUS e uma mudança qualitativa da política nacional de saúde. É preciso avançar, relacionando a divisão regional do Brasil com a questão da escala. O que está em questão é se a regionalização da saúde brasileira representa ou não um aprimoramento das mediações entre as diversas escalas do SUS.

Keywords : Regionalização; Política de Saúde; Geografia Médica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )