SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue5Space distribution of low birth weight in Sergipe, Brazil, 1995/1998Managerial performance in public health services: a case study in Mato Grosso do Sul, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

CARDOSO, Clareci Silva et al. Fatores associados com a baixa qualidade de vida na esquizofrenia. Cad. Saúde Pública [online]. 2005, vol.21, n.5, pp. 1338-1340. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2005000500005.

O interesse na qualidade de vida na saúde mental foi estimulado pelo processo de desinstitucionalização dos pacientes psiquiátricos e um paralelo interesse em conhecer as dimensões de sua vida diária. Este estudo teve como objetivo investigar as variáveis sócio-demográficas e clínicas relacionadas com uma baixa qualidade de vida. Foi conduzido um estudo transversal para avaliação da qualidade de vida por meio da escala QLS-BR em uma amostra de 123 pacientes ambulatoriais com diagnóstico de esquizofrenia, recrutados do serviço de referência em saúde mental de Divinópolis, Minas Gerais, Brasil. Os dados foram analisados utilizando-se regressão logística multivariada. Os resultados indicaram que um pior escore de qualidade de vida estava associado ao sexo masculino, ser solteiro, ter renda e escolaridade baixas, estar em uso de três ou mais medicamentos, ter apresentado agitação psicomotora na entrevista e estar fazendo acompanhamento ambulatorial. Esse estudo aponta indicadores plausíveis para a atenção e cuidado do portador de sofrimento mental.

Keywords : Esquizofrenia; Qualidade de Vida; Saúde Mental.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English