SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue5Managerial performance in public health services: a case study in Mato Grosso do Sul, BrazilEducational techniques in diabetes treatment author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Cadernos de Saúde Pública

On-line version ISSN 1678-4464Print version ISSN 0102-311X

Abstract

BAIOCHI, Eduardo; CAMANO, Luiz  and  BORDIN, José Orlando. Avaliação da hemorragia feto-materna em puérperas com indicação para ministração de imunoglobulina anti-D. Cad. Saúde Pública [online]. 2005, vol.21, n.5, pp.1357-1365. ISSN 1678-4464.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2005000500007.

Avaliamos a ocorrência da hemorragia feto-materna entre 343 puérperas que receberiam profilaxia da aloimunização Rh com emprego de imunoglobulina anti-D. Realizamos o teste de roseta para triagem dos casos que necessitariam determinação quantitativa do volume de sangue fetal transferido para circulação materna, que foi então apurado pelo teste de Kleihauer-Betke (K-B). O teste de roseta apresentou resultado positivo em 22 casos (6,4%). Em cinco dessas amostras o teste de K-B não apontou hemorragia feto-materna (falso positivo do teste de roseta de 1,45%) e noutra a leitura do teste não foi conclusiva. Tivemos oito casos com volume apurado de hemorragia feto-materna < 10ml (2,3%), seis com hemorragia feto-materna entre 10 e 30ml (1,7%) e duas puérperas apresentaram transferência sangüínea feto-materna maior que 30ml (0,58%), necessitando suplementação além da dose padrão de anti-D. O teste de roseta dispensou 93,6% das pacientes da avaliação adicional da hemorragia feto-materna por método quantitativo.

Keywords : Eritroblastose Fetal; Transfusão Feto-materna; Imunoglobina Rho(D).

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )