SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue3Validity and reliability of the Baecke questionnaire for the evaluation of habitual physical activity among people living with HIV/AIDSEvaluation of antenatal peregrination in a sample of postpartum women in Rio de Janeiro, Brazil, 1999/2001 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

ANDREOTTI, Magda et al. Ocupação e câncer da cavidade oral e orofaringe. Cad. Saúde Pública [online]. 2006, vol.22, n.3, pp. 543-552. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2006000300009.

Estudo caso-controle conduzido para avaliar a associação de exposições ocupacionais e câncer oral e orofaringe na Região Metropolitana de São Paulo. Inclui 325 casos e 468 controles, recrutados por freqüência de sexo e faixa etária, entrevistados entre janeiro de 1999 e março de 2002. A análise por ramos de atividade e ocupações foi restrita aos homens (266 casos, 362 controles) e os odds ratios (OR), calculados por regressão logística não-condicional, foram controlados por idade, tabagismo e consumo de álcool. Observou-se risco em trabalhadores de oficinas mecânicas (26 casos, 12 controles) OR = 2,45 (IC95%: 1,14-5,27), que aumentou nos que estavam empregados por dez ou mais anos (OR = 7,90; IC95%: 2,03-30,72). Os mecânicos de veículos (14 casos, 7 controles) apresentaram OR = 2,10 (IC95%: 0,78-5,68), e os expostos por 10 ou mais anos OR = 26,21 (IC95%: 2,34-294,06). Outros ramos de atividade e ocupações apresentaram OR > 1,5, porém não estatisticamente significantes. Em conclusão, emprego em oficinas mecânicas e a profissão de mecânico de automóveis revelaram risco para câncer oral e orofaringe, independente da idade, tabaco e álcool. Longas exposições aumentaram o risco.

Keywords : Neoplasias Bucais; Neoplasias Orofaríngeas; Doenças Ocupacionais.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese