SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue3Participatory planning in health organizations: the case of the Bonsucesso General Hospital, Rio de Janeiro, BrazilSocial representations of generic drugs by consumers from Natal, Rio Grande do Norte, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

ALMEIDA, Márcia Furquim de et al. Validade das informações das declarações de nascidos vivos com base em estudo de caso-controle. Cad. Saúde Pública [online]. 2006, vol.22, n.3, pp. 643-652. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2006000300019.

A pesquisa Mortalidade Perinatal na Região Sul do Município de São Paulo: Um Estudo Caso-controle de Base Populacional possibilitou a comparação das informações das declarações de nascido vivo (DN) com as obtidas em entrevistas com as mães e o registro nos prontuários hospitalares, e permitiu avaliar diferenças de registro nos nascimentos que resultaram em óbitos neonatais precoces (casos) e sobreviventes (controles). Para avaliar a confiabilidade e validade das informações das DN foram utilizadas medidas de concordância, sensibilidade, especificidade, prevalências real e estimada. A paridade materna e presença de anomalias congênitas mostraram elevada ausência de registro. O peso ao nascer e o tipo de parto são bem identificadas pela DN, em casos e controles. A DN mostrou alta sensibilidade e especificidade para captar os nascimentos de pré-termo nos casos, contudo, subestima o número de nascimentos de pré-termo: 30,8% nos controles e 2,9% nos casos. O SINASC superestima em cerca de duas vezes a presença de nascimentos de mães de baixa escolaridade. Verificou-se que as DNs dos controles têm informações mais completas, porém a informação registrada para os casos apresenta melhor qualidade.

Keywords : Declaração de Nascimento; Confiabilidade e Validade; Registros.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese