SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue3Quality of socioeconomic and demographic data in relation to infant mortality in the Brazilian Mortality Information System (1996/2001) author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

MORAES, Ana Maria Silveira Machado de; MAGNA, Luís Alberto  and  MARQUES-DE-FARIA, Antonia Paula. Prevenção da deficiência mental: conhecimento e percepção dos profissionais de saúde. Cad. Saúde Pública [online]. 2006, vol.22, n.3, pp. 685-690. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2006000300023.

O objetivo deste artigo foi averiguar o perfil do atendimento preventivo em deficiência mental na rede básica de saúde pública do Município de Maringá, Paraná, Brasil. A amostra foi composta por 90 médicos(as) das áreas de Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria, Clínica Geral, Programa Saúde da Família e 66 enfermeiros(as). Foi aplicado questionário, por autopreenchimento, com respostas de múltipla escolha, entre agosto e dezembro de 2003. As variáveis qualitativas foram comparadas pelo teste do qui-quadrado, com nível de significância de 5%. São apresentados dados parciais relacionados à percepção e ao conhecimento de profissionais de saúde sobre deficiência mental: 75% não foram capazes de assinalar a alternativa correta sobre a prevalência; 25% não sabem qual a contribuição do genoma para a etiologia; 37% não sabem se existe prevenção para a deficiência mental; 28% não se sentem seguros para orientar sobre o efeito teratogênico do etanol; 35% referiram insegurança para orientar sobre amniocentese. Os dados demonstraram que os participantes têm baixa percepção da relevância da deficiência mental para a morbidade da população e necessitam de maiores informações sobre os aspectos genéticos e ambientais relacionados a tal condição.

Keywords : Saúde Mental; Serviços de Saúde; Percepção.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese