SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue4The HIV/AIDS epidemic and changes in injecting drug use in Buenos Aires, ArgentinaSyringe exchange programs in Brazil: preliminary assessment of 45 programs author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

HACKER, Mariana A. et al. Reconstruindo a epidemia de AIDS entre usuários de drogas injetáveis brasileiros. Cad. Saúde Pública [online]. 2006, vol.22, n.4, pp. 751-760. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2006000400014.

A epidemia de HIV/AIDS entre usuários de drogas injetáveis (UDIs) apresenta, no Brasil, contrastes temporais e geográficos. Esta análise explora tais complexidades, com o emprego de modelagem multinível. As taxas padronizadas de incidência de AIDS em UDIs para os municípios brasileiros (período 1986-2000) foram consideradas como variável-dependente, e um conjunto de indicadores sociais como covariáveis. Em alguns Estados do Norte e Nordeste, a epidemia é incipiente entre UDIs, enquanto a epidemia paulista atinge uma rede de municípios, a maioria deles distantes da capital. Mais recentemente, e em menor escala, disseminação análoga foi observada nos Estados mais meridionais. As covariáveis "número de médicos por habitante" e "distância-padrão da capital do respectivo estado" se mostraram associadas à variável-dependente. Os casos de AIDS entre UDIs parecem se concentrar em municípios mais ricos e bem equipados. O peso relativo dessa disseminação extensa em Estados-chave, populosos, prevalece sobre o conjunto da epidemia brasileira, definindo uma faixa que se estende do Centro-oeste ao Sudeste, com municípios mais ricos, de médio porte, e, mais recentemente, uma faixa sul de municípios substancialmente afetados pela epidemia entre UDIs.

Keywords : Uso Indevido de Drogas Parenterais; Síndrome de Imunodeficiência Adquirida; Distribuição Espacial; Incidência.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English