SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue6"You learn, we teach"?: questioning relations between education and health from the perspective of vulnerability author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

NUNES, Adriana Guimarães et al. Aspectos epidemiológicos da leishmaniose tegumentar americana em Varzelândia, Minas Gerais, Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2006, vol.22, n.6, pp. 1343-1347. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2006000600023.

Para caracterizar uma área endêmica de leishmaniose tegumentar americana susceptível de intervenção com candidato à vacina anti-leishmania, foi iniciado em 1999 estudo longitudinal em área rural do Município de Varzelândia, Minas Gerais, Brasil. Inicialmente, foram cadastrados 1.253 indivíduos distribuídos em 246 domicílios, dos quais, 1.170 concordaram em participar do trabalho. Desses, 593 (50,6%) eram masculinos e 662 (56,5%), menores de 21 anos. A intradermorreação de Montenegro foi realizada em 1.120 indivíduos, lida em 1.020 dos casos, e observada reatividade em 282 (27,6%) deles. Anticorpos anti-leishmania foram testados mediante imunofluorescência indireta e teste ELISA em 970 (82,9%) indivíduos, obtendo-se positividade, respectivamente, em 127 (13,1%) e 170 (17,5%) para os dois testes. Na avaliação inicial, foram observados 297 (25,4%) indivíduos com cicatrizes cutâneas semelhantes às deixadas pela doença. Desses, 282 realizaram a intradermorreação que foi positiva em168 (59,61%). A prevalência de casos de leishmaniose tegumentar no início do estudo foi de 5,8% e, depois do primeiro ano, observou-se incidência anual de 4,6% de casos. As características epidemiológicas observadas nesse local sugerem tratar-se de uma área endêmica de colonização antiga.

Keywords : Leishmaniose; ELISA; Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo; Testes Cutâneos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese