SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue9Use of Body Mass Index to evaluate the nutritional status of Xavánte Indigenous adults, Sangradouro-Volta Grande, Mato Grosso State, Central BrazilFamily health in Mato Grosso State, Brazil: profile and assessment by physicians and nurses author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

GIGANTE, Denise Petrucci et al. Obesidade da população adulta de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil e associação com nível sócio-econômico. Cad. Saúde Pública [online]. 2006, vol.22, n.9, pp. 1873-1879. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2006000900018.

Este trabalho tem como objetivo descrever a prevalência de obesidade e verificar sua associação com variáveis sócio-econômicas e demográficas, além de comparar seus resultados com a investigação ocorrida em 1994, na cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Foi realizado um estudo transversal de base populacional em 2000, incluindo a população urbana, de ambos os sexos, de 20 a 69 anos de idade. Amostra representativa incluiu 1968 indivíduos. A obesidade foi definida por meio de medidas de peso e altura, e foram considerados obesos os indivíduos que apresentaram Índice de Massa Corporal (IMC) > 30kg/m2. A prevalência de obesidade, ajustada para sexo e idade foi de 19,4%. Nos homens, não foi observado efeito do nível de escolaridade sobre a ocorrência de obesidade. Maior prevalência de obesidade foi constatada entre os homens pertencentes ao grupo de renda familiar entre 6,1 e 10 salários mínimos. As mulheres com maior escolaridade apresentavam menor prevalência de obesidade. A comparação com estudo semelhante realizado em 1994 mostrou uma tendência na diminuição da prevalência de obesidade, porém os resultados não foram estatisticamente significativos.

Keywords : Obesidade; Índice de Massa Corporal; Prevalência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese