SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue12Suicide rates in the State of Rio Grande do Sul, Brazil: association with socioeconomic, cultural, and agricultural factorsParticipation by indians health agents in health services: the experience in Santa Catarina State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

SOUZA, Aline Cristina; MAGALHAES, Lívia de Castro  and  TEIXEIRA-SALMELA, Luci Fuscaldi. Adaptação transcultural e análise das propriedades psicométricas da versão brasileira do Perfil de Atividade Humana. Cad. Saúde Pública [online]. 2006, vol.22, n.12, pp. 2623-2636. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2006001200012.

O objetivo deste estudo foi avaliar as propriedades psicométricas da versão brasileira do Perfil de Atividade Humana (PAH), um instrumento de avaliação funcional e do nível de atividade física. O PAH foi traduzido para o português segundo metodologia recomendada e aplicado em 230 idosos (66,32 ± 8,5 anos) da comunidade da cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Os dados foram submetidos à análise Rasch, que detectou itens muito fáceis e muito difíceis, possibilitando sua utilização em pessoas mais debilitadas ou mais capazes. O índice de separação de 3,1 indica que os itens dividiram os indivíduos em três níveis de habilidade funcional. Dos 94 itens, seis (6,38%) foram considerados erráticos. Esse resultado compromete a validade de constructo do teste, pois significa que nem todos os itens se "encaixaram" em um contínuo, sendo recomendada cautela ao interpretar o escore do PAH em idosos com características semelhantes às da amostra. Caso em novos estudos o número de itens erráticos continue acima de 5%, sugere-se modificação, substituição ou exclusão desses itens, para garantir que o PAH meça um constructo unidimensional.

Keywords : Idoso; Atividade Motora; Atividades Humanas; Avaliação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese