SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue2Prevalence and spatial distribution of intestinal parasitic infections in a rural Amazonian settlement, Acre State, BrazilTuberculosis in Salvador, Bahia, Brazil, in the 1990s author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

HOFFMANN, Rosana H. Schlittler; SOUSA, Maria da Luz R. de  and  CYPRIANO, Silvia. Prevalência de defeitos de esmalte e sua relação com cárie dentária nas dentições decídua e permanente, Indaiatuba, São Paulo, Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2007, vol.23, n.2, pp. 435-444. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2007000200020.

Os objetivos deste estudo foram verificar a prevalência de hipoplasia, opacidade demarcada e fluorose dentária em escolares nas dentições decídua e permanente e verificar a associação entre a presença desses defeitos de esmalte e a cárie dentária. A amostra foi de 624 pré-escolares de 5 anos e 309 escolares de 12 anos. A prevalência de cárie dentária foi avaliada por meio dos índices ceod e CPOD, e a prevalência dos defeitos de esmalte, com o índice DDE. A fluorose dentária foi medida pelos critérios do índice de Dean. O teste do qui-quadrado foi usado para verificar a associação e a razão de chances, analisando a força e a direção da associação. Aos cinco anos de idade, em crianças com experiência de cárie, houve associação positiva entre cárie dentária e defeitos de esmalte. Entretanto, na dentição permanente, apenas a hipoplasia e a opacidade demarcada foram associadas à cárie. Os resultados deste estudo indicaram maior chance de crianças virem a ter cárie, tanto na dentição decídua como na permanente, na presença de defeitos de esmalte, porém mais estudos são necessários para a comprovação dessa associação.

Keywords : Hipoplasia do Esmalte Dentário; Fluorose Dentária; Cárie Dentária; Saúde Bucal.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese