SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue7Health policy effects on infant mortality trends in Brazil: a literature review from the last decadeBreastfeeding trends in a State capital in the Central West region of Brazil, 1999-2004 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

VASCONCELLOS-SILVA, Paulo R.; RIVERA, Francisco Javier Uribe  and  SIEBENEICHLER, Flávio Beno. Organizações de saúde, comunidades lingüísticas e o modelo emblemático dos cuidados paliativos. Cad. Saúde Pública [online]. 2007, vol.23, n.7, pp. 1529-1538. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2007000700003.

O paradigma lingüístico-comunicativo tem a oferecer perspectivas interessantes em um contexto no qual a percepção das necessidades dos pacientes é tida como um passo essencial à humanização da assistência. O presente estudo descreve as organizações de saúde como comunidades lingüísticas com base no marco conceitual da teoria da ação comunicativa de Habermas. No contexto assistencial estão presentes quatro modelos comunicativos: objetivador-instrumental (modelo hegemônico), no qual elementos da interação são objetificados em vista de propósitos clínicos; dialógico com perspectivas estratégicas, no qual as conversações são utilizadas unilateralmente como ferramentas para obter acesso a estados subjetivos; adialógico-transmissional, no qual as trocas lingüísticas são substituídas por artefatos para transmissão de informações; comunicativo pleno, presente nos cuidados paliativos organizados ao redor da assistência domiciliar e dos cuidadores informais, enfatizando a interação entre equipes de saúde e familiares. Com base em tais premissas, consideramos os cuidados paliativos como modelos comunicativos emblemáticos porque fundamentados em times multidisciplinares dedicados à mútua colaboração transdisciplinar. Nesse cenário, a interação lingüística com pacientes e seus familiares serviria como base estruturante das equipes assistenciais.

Keywords : Humanização da Assistência; Cuidados Paliativos; Lingüística; Comunicação.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English