SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue5Multiple infections and associated risk factors among non-injecting cocaine users in ArgentinaIdentification of confounders in the association between self-reported diseases and symptoms and self-rated health in a group of factory workers author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

GIAVONI, Adriana; MELO, Gislane Ferreira de; PARENTE, Isabela  and  DANTAS, Gabriela. Elaboração e validação da Escala de Depressão para Idosos. Cad. Saúde Pública [online]. 2008, vol.24, n.5, pp. 975-982. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2008000500004.

O objetivo deste estudo foi desenvolver e validar a Escala de Depressão para Idosos (EDI). Foi elaborado um modelo teórico explicativo da depressão, composto por três categorias: cognitiva, afetiva e somático-motora. Os itens elaborados foram submetidos à análise semântica e de juizes. O instrumento piloto foi aplicado a 340 sujeitos, sendo 88% do sexo feminino, com ensino fundamental completo (67,9%) e idade média de 63,74 (DP = 6,87) anos. A amostra respondeu também ao Inventário de Depressão de Beck (BDI). Para a validação da escala, foram realizadas análises fatoriais e análise da consistência interna dos itens (alfa de Cronbach). Regressões múltiplas avaliaram o poder de predição dos fatores da EDI sobre o escore final do BDI. A validação da escala demonstrou que a EDI é composta por dois fatores: cognitivo-afetivo e somático-motor, que explicam 53% do BDI (validade convergente). Pode-se afirmar, portanto, que a EDI é formada por fatores que avaliam diferentes aspectos do constructo depressão (validade fatorial), os quais apresentam índices de consistência interna dentro dos padrões psicométricos.

Keywords : Idoso; Depressão; Estudos de Validação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese