SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue5Relationship between first-time drug use and first offense among adolescents in conflict with the lawHepatitis B vaccination among primary health care workers author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

GAWRYSZEWSKI, Vilma Pinheiro et al. Atendimentos de emergência por lesões decorrentes de causas externas: características das vítimas e local de ocorrência, Estado de São Paulo, Brasil, 2005. Cad. Saúde Pública [online]. 2008, vol.24, n.5, pp. 1121-1129. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2008000500019.

O objetivo deste estudo foi analisar as características e local de ocorrência dos atendimentos decorrentes de causas externas em unidades de emergência. Foram analisados 35.107 atendimentos, realizados em três unidades de emergência do Estado de São Paulo, Brasil, em 2005. Entre os resultados, a maioria das vítimas foi do sexo masculino (59,1%) e da faixa etária de 0 a 29 anos (62,1%). As causas mais freqüentes foram quedas (39,3%) e impacto acidental (16,5%). Na residência ocorreram 64,7% dos casos e na via pública 19,9%. Agressões foram mais freqüentes na via pública. Nas residências há maior probabilidade das mulheres sofrerem lesões que os homens (OR = 0,51; IC95%: 0,48-0,53). Na via pública, a probabilidade dos homens virem a ser vítimas de lesões é 1,34 vez a das mulheres, nos bares é 3,22 vezes, no local de trabalho é 2,82 vezes. Maior proporção de eventos em residências foi observada para as faixas de 0 a 9 anos e de 60 anos e mais. Esses resultados ressaltam a residência como importante local de ocorrência de lesões, devendo ser objeto de programas de prevenção específicos.

Keywords : Causas Externas; Acidentes; Violência; Serviços Médicos de Emergência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese