SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue10Moral imperialism and multi-centric clinical trials in peripheral countries author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

RODRIGUES, Maria Goretti Andrade; KRAUSS-SILVA, Letícia  and  MARTINS, Ana Cristina Marques. Meta-análise de ensaios clínicos de intervenção familiar na condição esquizofrenia. Cad. Saúde Pública [online]. 2008, vol.24, n.10, pp. 2203-2218. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2008001000002.

O objetivo da presente revisão sistemática foi avaliar a eficácia da intervenção familiar de base cognitivo-comportamental para portadores de esquizofrenia em tratamento ambulatorial, com relação aos desfechos recaída e sobrecarga familiar. Pesquisadores independentes conduziram as análises da pertinência e da qualidade dos ensaios identificados pela estratégia de busca utilizada, seguindo protocolo previamente elaborado. Foram selecionados 11 ensaios randomizados ou quasi-randomizados. Para o desfecho recaída, o risco relativo sumário, pelo modelo de efeitos fixos, foi favorável à intervenção familiar para o conjunto dos ensaios, com eficácia de cerca de 60% (50%-70%). O risco relativo sumário dos ensaios do subgrupo cognitivo-comportamental [RR = 0,43 (0,28-0,67)] foi equivalente ao do subgrupo comportamental [RR = 0,37 (0,23-0,60)] e ao do subgrupo "pragmático" [RR = 0,37 (0,21-0,66)], embora a forma de análise dos ensaios "pragmáticos" tenha sido, em geral, por tratamento efetivo. A diferença de riscos sumária geral foi estimada em cerca de 30% pelo modelo de efeitos randômicos. Apenas quatro ensaios analisaram o desfecho sobrecarga familiar, abrangendo, diferentemente, algumas das dimensões objetivas e subjetivas. Os resultados dos estudos individuais foram, em geral, favoráveis à intervenção familiar.

Keywords : Esquizofrenia; Ensaios Clínicos Aleatórios; Meta-Análise.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese