SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue10Underreporting of maternal deaths in Paraná State, Brazil: 1991-2005Cataract surgery complications as a cause of visual impairment in a population aged 50 and over author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

PEROZZO, Gabriela et al. Associação dos padrões alimentares com obesidade geral e abdominal em mulheres residentes no Sul do Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2008, vol.24, n.10, pp. 2427-2439. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2008001000023.

Com objetivo de estudar a associação de padrões alimentares com obesidade, realizou-se estudo transversal de base populacional com amostra representativa de 1.026 mulheres (20 a 60 anos) em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil. A obesidade geral foi avaliada pela utilização de índice de massa corporal (IMC > 30kg/m2) e a adiposidade abdominal, circunferência da cintura (CC> 88cm). Os padrões alimentares foram identificados por análise fatorial. Para análise multivariada, foi utilizada regressão de Poisson. Entre o total de mulheres, 18% (IC95%: 15,66-20,53) tinham obesidade geral e 23,3% (IC95%: 20,72-26,06) abdominal. Após controle para fatores de confusão, o baixo consumo do PA-frutas associou-se positivamente com o IMC (RP = 2,18; IC95%: 1,35-3,53; p = 0,001). Já o baixo consumo do PA-vegetais apresentou efeito protetor para o aumento nos níveis de IMC (RP = 0,64; IC95%: 0,47-0,86; p = 0,004) e o do PA-nozes/oleaginosas para o aumento na medida da CC (RP = 0,93; IC95%: 0,89-0,98; p = 0,008). O estudo aponta para a complexidade envolvida na relação entre padrões alimentares e obesidade e a necessidade de novos estudos, objetivando o melhor entendimento do tema.

Keywords : Comportamento Alimentar; Obesidade; Gordura Abdominal; Mulheres.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese