SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 suppl.4Meta-analysis of factors related to health services that predict treatment default by tuberculosis patients author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Cadernos de Saúde Pública

On-line version ISSN 1678-4464Print version ISSN 0102-311X

Abstract

RODRIGUES, Roberta et al. Fibrose cística e a triagem neonatal. Cad. Saúde Pública [online]. 2008, vol.24, suppl.4, pp.s475-s484. ISSN 1678-4464.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2008001600002.

Aspectos clínicos e diagnósticos da fibrose cística são revistos de modo abrangente, com ênfase na triagem neonatal. Esta revisão sistematizada da literatura envolveu busca de contribuições relevantes nos bancos de dados PubMed e SciELO. Referências sobre fibrose cística existem desde a Idade Média. É a doença hereditária autossômica recessiva mais freqüente em caucasianos (1:2.000 a 3.500). Mais de mil mutações levam à doença, a mais comum: "F508 (prevalência: 70% em caucasianos canadenses, americanos e norte-europeus; de 23 a 55% em brasileiros). O defeito básico ocorre na secreção do íon cloro. Sua triagem é assunto polêmico e apesar de estar disponível há quase três décadas, por meio de diferentes protocolos, poucos programas de abrangência nacional existem. Entretanto, o Centers for Disease Control and Prevention, dos Estados Unidos, afirma que o rastreamento neonatal para fibrose cística é justificado. A falta de um teste específico e a heterogeneidade étnica da população brasileira dificultam sua triagem neonatal.

Keywords : Fibrose Cística; Triagem Neonatal; Revisão.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )