SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 suppl.4PAH biomarkers for human health risk assessment: a review of the state-of-the-artTreatment of postmenopausal osteoporosis in women: a systematic review author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

ABREU, Mery Natali Silva; SIQUEIRA, Arminda Lucia; CARDOSO, Clareci Silva  and  CAIAFFA, Waleska Teixeira. Modelos de regressão logística ordinal: aplicação em estudo sobre qualidade de vida. Cad. Saúde Pública [online]. 2008, vol.24, suppl.4, pp. s581-s591. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2008001600010.

O tema qualidade de vida tem ganhado ênfase nos últimos anos. Tipicamente os resultados da qualidade de vida são mensurados por meio de escalas ordinais. Procedimentos como dicotomizar a variável resposta e desconsiderar a ordenação geram perda de informação e podem ocasionar inferências incorretas. Para análise de dados ordinais, métodos estatísticos específicos são necessários, como modelos de regressão logística ordinal. A proposta deste trabalho é apresentar uma revisão dos modelos de chances proporcionais, de razão contínua, estereótipo e de chances proporcionais parciais. O ajuste, inferência estatística e comparação dos modelos são ilustrados com dados de um estudo sobre qualidade de vida realizado com 273 pacientes com esquizofrenia. Todos os modelos testados mostraram bom ajuste, mas o de chances proporcionais e o de chances proporcionais parciais foram os mais adequados pelo caráter dos dados utilizados e facilidade da interpretação dos resultados. Nem sempre todos os modelos são apropriados, daí a importância de uma escolha cuidadosa, baseada em vários fatores como caráter da variável ordinal, validade dos pressupostos, qualidade do ajuste e parcimônia.

Keywords : Modelos Logísticos; Métodos e Procedimentos Estatísticos; Qualidade de Vida.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English