SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue1The cost of violence for the public health system in Brazil: available data and possibilities for estimationBrazilian Oral Health Survey (SB Brazil 2003): data do not allow for population estimates, but correction is possible author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

ALVES FILHO, Pedro; SANTOS, Ricardo Ventura  and  VETTORE, Mario Viana. Saúde bucal dos índios Guaraní no Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2009, vol.25, n.1, pp. 37-46. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2009000100004.

Este estudo teve por objetivo descrever a situação de saúde bucal em índios Guaraní do Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Um inquérito epidemiológico em saúde bucal, utilizando critérios da Organização Mundial da Saúde foi realizado em 508 sujeitos (90,7% da população). Aos 5 anos, 38,5% das crianças estavam livres de cárie e aos 12 o CPOD foi igual a 1,7. Observou-se que 54,2% dos indivíduos entre 35-44 anos e 12% entre 65-74 apresentavam 20 ou mais dentes. O número de dentes para 35-44 e 65-74 anos foi de 18,5 e 8,5. Enquanto o ceod não diferiu entre sexos, o CPOD e a perda dentária foram maiores em mulheres. Aproximadamente 60% da população não demonstraram problemas periodontais, enquanto 20,9% e 11,3% apresentaram sangramento gengival e cálculo como condições periodontais mais graves. Sangramento e cálculo foram mais comuns em homens, e sextantes excluídos em mulheres. Ações de promoção de saúde bucal são necessárias para esse grupo étnico e devem contemplar especificidades para diferentes grupos etários e de gênero.

Keywords : Cárie Dentária; Saúde Bucal; Índios Sul-Americanos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese