SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue9Prevalence of respiratory symptoms and associated factors: a population-based study in adults from Lages, Santa Catarina State, BrazilStroke prevalence among the elderly in Vassouras, Rio de Janeiro State, Brazil, according to data from the Family Health Program author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

SIQUEIRA, Fernando Carlos Vinholes et al. Atividade física em profissionais de saúde do Sul e Nordeste do Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2009, vol.25, n.9, pp. 1917-1928. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2009000900006.

Foi realizado um estudo transversal, em 240 unidades básicas de saúde (UBS) dos modelos tradicional de assistência ou vinculadas ao Programa Saúde da Família (PSF), envolvendo 3.347 profissionais de saúde, que responderam ao Questionário Internacional de Atividade Física. A prevalência de sedentarismo (< 150 minutos por semana) foi de 27,5% (IC95%: 25,9-29,0). O sedentarismo foi mais freqüente nos profissionais do modelo tradicional, sendo tal diferença explicada pela presença dos agentes comunitários de saúde, cuja ocupação é bastante ativa apenas no modelo PSF. Houve maior percentual de sedentarismo nos profissionais que trabalham em municípios de grande porte e possuem alto nível sócio-econômico. Destaca-se a importância de projetos de capacitação de profissionais de saúde para a orientação e a prática de atividade física e a articulação entre profissionais de UBS e educadores físicos.

Keywords : Atividade Motora; Pessoal de Saúde; Programa Saúde da Família.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese