SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue9Mental health and the Family Health Program: pathways and obstacles in a necessary approachVoluntary counseling and testing (VCT) services and their contribution to access to HIV diagnosis in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

NASCIMENTO, Luiz Fernando C.; RIZOL, Paloma Maria S. Rocha  and  ABIUZI, Luciana B.. Modelo preditivo fuzzy para estabelecer o risco de morte neonatal. Cad. Saúde Pública [online]. 2009, vol.25, n.9, pp. 2043-2052. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2009000900018.

O objetivo do artigo foi avaliar o uso da lógica fuzzy para estimar possibilidade de óbito neonatal. Desenvolveu-se um modelo computacional com base na teoria dos conjuntos fuzzy, tendo como variáveis peso ao nascer, idade gestacional, escore de Apgar e relato de natimorto. Empregou-se o método de inferência de Mamdani, e a variável de saída foi o risco de morte neonatal. Criaram-se 24 regras de acordo com as variáveis de entrada, e a validação do modelo utilizou um banco de dados real de uma cidade brasileira. A acurácia foi estimada pela curva ROC; os riscos foram comparados pelo teste t de Student. O programa MATLAB 6.5 foi usado para construir o modelo. Os riscos médios foram menores para os que sobreviveram (p < 0,001). A acurácia do modelo foi 0,90. A maior acurácia foi com possibilidade de risco igual ou menor que 25% (sensibilidade = 0,70, especificidade = 0,98, valor preditivo negativo = 0,99 e valor preditivo positivo = 0,22). O modelo mostrou acurácia e valor preditivo negativo bons, podendo ser utilizado em hospitais gerais.

Keywords : Mortalidade Neonatal; Lógica Fuzzy; Computação em Informática Médica; Fatores de Risco; Valor Preditivo dos Testes.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English