SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue9Mental health and the Family Health Program: pathways and obstacles in a necessary approachVoluntary counseling and testing (VCT) services and their contribution to access to HIV diagnosis in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

On-line version ISSN 1678-4464
Print version ISSN 0102-311X

Abstract

NASCIMENTO, Luiz Fernando C.; RIZOL, Paloma Maria S. Rocha  and  ABIUZI, Luciana B.. Modelo preditivo fuzzy para estabelecer o risco de morte neonatal. Cad. Saúde Pública [online]. 2009, vol.25, n.9, pp.2043-2052. ISSN 1678-4464.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2009000900018.

O objetivo do artigo foi avaliar o uso da lógica fuzzy para estimar possibilidade de óbito neonatal. Desenvolveu-se um modelo computacional com base na teoria dos conjuntos fuzzy, tendo como variáveis peso ao nascer, idade gestacional, escore de Apgar e relato de natimorto. Empregou-se o método de inferência de Mamdani, e a variável de saída foi o risco de morte neonatal. Criaram-se 24 regras de acordo com as variáveis de entrada, e a validação do modelo utilizou um banco de dados real de uma cidade brasileira. A acurácia foi estimada pela curva ROC; os riscos foram comparados pelo teste t de Student. O programa MATLAB 6.5 foi usado para construir o modelo. Os riscos médios foram menores para os que sobreviveram (p < 0,001). A acurácia do modelo foi 0,90. A maior acurácia foi com possibilidade de risco igual ou menor que 25% (sensibilidade = 0,70, especificidade = 0,98, valor preditivo negativo = 0,99 e valor preditivo positivo = 0,22). O modelo mostrou acurácia e valor preditivo negativo bons, podendo ser utilizado em hospitais gerais.

Keywords : Mortalidade Neonatal; Lógica Fuzzy; Computação em Informática Médica; Fatores de Risco; Valor Preditivo dos Testes.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )