SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue11Healthy eating according to teenagers: perceptions, barriers, and expected characteristics of teaching materialsFactors associated with maintenance of teeth in adults in the State of São Paulo, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

CHRESTANI, Maria Aurora Dropa; SANTOS, Iná da Silva dos  and  MATIJASEVICH, Alícia M.. Hipertensão arterial sistêmica auto-referida: validação diagnóstica em estudo de base populacional. Cad. Saúde Pública [online]. 2009, vol.25, n.11, pp. 2395-2406. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2009001100010.

Com o objetivo de investigar a validade do auto-relato de hipertensão arterial, realizou-se estudo transversal, de base populacional, com indivíduos de 20 anos ou mais de idade, residentes em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, selecionados por amostragem probabilística em dois estágios. A pressão arterial foi medida duas vezes (cinco minutos de intervalo) em 2.949 participantes visitados em casa. Aqueles com pressão sistólica 140mmHg e/ou diastólica 90mmHg foram revisitados, e a pressão medida mais duas vezes. Conforme padrão-ouro, hipertensão foi definida pela média das pressões na segunda visita ou uso de medicação anti-hipertensiva. O auto-relato foi obtido por meio da pergunta: "Algum médico disse que o(a) Sr.(a) tem pressão alta?". A prevalência auto-referida foi 33,6%, e a medida, 29,5%. A sensibilidade foi 84,3% (IC95%: 81,7-86,7), especificidade 87,5% (IC95%: 86,0-88,9), valor preditivo positivo 73,9% (IC95%: 71,0-76,6) e negativo de 93,0% (IC95%: 91,8-94,1). O auto-relato mostrou-se válido para monitoração da prevalência de hipertensão, um dos mais importantes fatores de risco para as doenças crônicas não transmissíveis.

Keywords : Hipertensão; Doença Crônica; Saúde do Adulto.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese