SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue5Knowledge of contraceptive methods and STD prevention among immigrant womenSocioeconomic, demographic and nutritional factors associated with maternal weight gain in general practices in Southern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

PAREDES, Helen et al. Padrão espacial, uso da água e níveis de risco associados à transmissão da esquistossomose no litoral norte de Pernambuco, Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2010, vol.26, n.5, pp. 1013-1023. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2010000500023.

O estudo objetivou descrever aspectos epidemiológicos da esquistossomose em Carne de Vaca, litoral de Pernambuco, Brasil, e analisar a distribuição espacial das condições de esgotamento sanitário e padrão de contato com a água. Foi realizado um inquérito parasitológico entre 2006 e 2007, e criado indicador de risco para a esquistossomose com base em variáveis do padrão de água de contato, características do agregado familiar e da proximidade com focos de moluscos vetores. A prevalência em homens foi de 18,71, e 15,96 em mulheres. A faixa etária mais acometida em homens e mulheres foi de 20-29 e 10-19, respectivamente. A carga parasitária mais freqüente foi de 1-99 ovos por grama de fezes. A prevalência foi de 17,3 casos por 100 habitantes e sua distribuição espacial não foi homogênea. A estatística Bayesiana não se mostrou satisfatória. Conclui-se que a esquistossomose é endêmica em Carne de Vaca e que o indicador de risco com base em geoprocessamento revelou-se satisfatório, destacando as áreas onde o problema é mais relevante.

Keywords : Esquistossomose; Usos da Água; Análise Espacial.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English