SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue5Socioeconomic, demographic and nutritional factors associated with maternal weight gain in general practices in Southern BrazilBarriers to implementation of cervical cancer screening: a household survey in the coverage area of the Family Health Program in Nova Iguaçu, Rio de Janeiro State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

DIP, Renata Maciulis  and  CABRERA, Marcos A. S.. Vacinação contra a gripe em idosos não-institucionalizados: estudo de base populacional em município de médio porte do Sul do Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2010, vol.26, n.5, pp. 1035-1044. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2010000500025.

A medida mais efetiva para evitar complicações da gripe é a vacinação. Os objetivos deste estudo de base populacional foram: estimar a cobertura vacinal contra a gripe em idosos não institucionalizados, analisar os fatores associados à não-adesão e identificar os eventos adversos pós-vacinais. A população de estudo foi constituída por idosos residentes em um município do Sul do Brasil. A amostra foi calculada em 425 idosos. Foram entrevistados 396 idosos, com idade entre 60 e 95 anos. Embora 100% dos idosos referissem conhecer a vacina, apenas 5,3% referiram o médico como fonte da informação. Dentre os que não se vacinaram 83,2% alegaram como motivo da não-adesão o desejo explícito de não ser vacinado. As principais justificativas para isso foram o medo de eventos adversos e a falta de credibilidade na eficácia da vacina. A prevalência de eventos adversos foi baixa. Idade, tabagismo e ter referido ausência de consulta médica no último ano associaram-se a menor adesão. Evidenciou-se a necessidade de melhorias nas campanhas vacinais para idosos abaixo de 70 anos e idosos tabagistas.

Keywords : Vacinas Contra Influenza; Cobertura Vacinal; Idoso.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English