SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue5Socioeconomic, demographic and nutritional factors associated with maternal weight gain in general practices in Southern BrazilBarriers to implementation of cervical cancer screening: a household survey in the coverage area of the Family Health Program in Nova Iguaçu, Rio de Janeiro State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

On-line version ISSN 1678-4464

Abstract

DIP, Renata Maciulis  and  CABRERA, Marcos A. S.. Vacinação contra a gripe em idosos não-institucionalizados: estudo de base populacional em município de médio porte do Sul do Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2010, vol.26, n.5, pp. 1035-1044. ISSN 1678-4464.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2010000500025.

A medida mais efetiva para evitar complicações da gripe é a vacinação. Os objetivos deste estudo de base populacional foram: estimar a cobertura vacinal contra a gripe em idosos não institucionalizados, analisar os fatores associados à não-adesão e identificar os eventos adversos pós-vacinais. A população de estudo foi constituída por idosos residentes em um município do Sul do Brasil. A amostra foi calculada em 425 idosos. Foram entrevistados 396 idosos, com idade entre 60 e 95 anos. Embora 100% dos idosos referissem conhecer a vacina, apenas 5,3% referiram o médico como fonte da informação. Dentre os que não se vacinaram 83,2% alegaram como motivo da não-adesão o desejo explícito de não ser vacinado. As principais justificativas para isso foram o medo de eventos adversos e a falta de credibilidade na eficácia da vacina. A prevalência de eventos adversos foi baixa. Idade, tabagismo e ter referido ausência de consulta médica no último ano associaram-se a menor adesão. Evidenciou-se a necessidade de melhorias nas campanhas vacinais para idosos abaixo de 70 anos e idosos tabagistas.

Keywords : Vacinas Contra Influenza; Cobertura Vacinal; Idoso.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )