SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue9Validity and reliability of self-report instruments for measuring physical activity in adolescents: a systematic reviewThe impact of breastfeeding promotion in women with formal employment author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

XIMENES, Ricardo Arraes de Alencar et al. Metodologia de um estudo de inquérito nacional da prevalência e de padrõesa epidemiológicos das hepatites A, B e C no Brasil. Cad. Saúde Pública [online]. 2010, vol.26, n.9, pp. 1693-1704. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2010000900003.

Um inquérito de base populacional foi conduzido na população urbana de todas as capitais e do Distrito Federal no Brasil para fornecer informações sobre a prevalência de hepatites virais e fatores de risco, entre 2005 e 2009. Este artigo descreve o delineamento e a metodologia do estudo que envolveu a população com idade entre 5 e 19 anos para hepatite A e 10 a 69 anos para hepatite B e C. As entrevistas e amostras de sangue foram obtidas através de visitas domiciliares e a amostra selecionada a partir de uma amostragem estratificada em múltiplos estágios (por conglomerado) com igual probabilidade para cada domínio de estudo (região e faixa etária). Nacionalmente, 19.280 residências e ~31.000 indivíduos foram selecionados. O tamanho da amostra foi suficiente para detectar uma prevalência em torno de 0,1% e para avaliar os fatores de risco por região. A metodologia apresentou-se viável para distinguir entre diferentes padrões epidemiológicos da hepatite A, B e C. Estes dados serão de valia para a avaliação das políticas de vacinação e para o desenho de estratégias de controle.

Keywords : Inquéritos de Morbidade; Prevalência; Vírus da Hepatite.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English