SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue9Methodology of a nationwide cross-sectional survey of prevalence and epidemiological patterns of hepatitis A, B and C infection in BrazilManagement of work, education, information, and communication in primary healthcare in cities in Southern and Northeastern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

On-line version ISSN 1678-4464
Print version ISSN 0102-311X

Abstract

BRASILEIRO, Aline Alves et al. Impacto do incentivo ao aleitamento materno entre mulheres trabalhadoras formais. Cad. Saúde Pública [online]. 2010, vol.26, n.9, pp.1705-1713. ISSN 1678-4464.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2010000900004.

Investigar se programas de incentivo ao aleitamento materno ajudam a prevenir o desmame precoce entre filhos de mães trabalhadoras. Foi realizado um estudo de intervenção não randomizado, por meio de inquérito entre mães que voltaram a trabalhar após o parto, participantes e não-participantes de um programa de incentivo ao aleitamento. A amostra consistiu de 200 mães de filhos com idades entre 6 e 10 meses. Para avaliar fatores associados ao desmame precoce, os resultados foram analisados por meio dos testes estatísticos de qui-quadrado, exato de Fisher e análise de regressão logística múltipla (α = 0,05). Os resultados mostraram que houve diferença estatística nas taxas de aleitamento materno exclusivo (p < 0,0001) e de aleitamento materno (p < 0,0001) entre os grupos. Apresentou diferença estatística (p = 0,0056) em relação à época de retorno ao trabalho entre os grupos. Não houve diferença entre o fim da licença-maternidade e a época de desmame. As mães que não conseguem amamentar seus filhos durante a jornada de trabalho têm 4,98 (IC95%: 1,27-19,61) vezes mais chances de desmamá-los antes do quarto mês.

Keywords : Aleitamento Materno; Desmame; Licença Parental; Trabalho Feminino; Apoio Social.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )