SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue9Institutionalized elderly: functional capacity and physical fitnessQuality of birth defect reporting in the Brazilian Information System on Live Births (SINASC): a comparative study of 2004 and 2007 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

CAMPOS, Ana Luiza de Araujo; ARAUJO, Maria Alix Leite; MELO, Simone Paes de  and  GONCALVES, Marcelo Luiz Carvalho. Epidemiologia da sífilis gestacional em Fortaleza, Ceará, Brasil: um agravo sem controle. Cad. Saúde Pública [online]. 2010, vol.26, n.9, pp. 1747-1755. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2010000900008.

O objetivo deste estudo transversal foi conhecer o perfil epidemiológico das gestantes com VDRL reagente, em Fortaleza, Ceará, Brasil, no ano de 2008. Foi verificado o percentual das gestantes com sífilis que foram consideradas inadequadamente tratadas e os motivos da inadequação, de acordo com as normas do Ministério da Saúde. Foram entrevistadas 58 gestantes no pós-parto imediato, internadas em cinco maternidades públicas do município, e consultadas as informações do prontuário e do cartão das gestantes. Foram avaliados dados sociodemográficos, obstétricos e variáveis relacionadas ao diagnóstico e tratamento da gestante e do parceiro. Apenas três (5,2%; IC95%: 1,8%-14,1%) gestantes foram consideradas adequadamente tratadas. O principal motivo da inadequação do tratamento foi a falta ou inadequação do tratamento do parceiro (88% dos casos; IC95%: 76,2%-94,4%). Foi possível constatar a necessidade de um segundo VDRL no terceiro trimestre de gestação. Os dados evidenciaram que o atendimento recebido pela gestante não foi suficiente para garantir o controle da sífilis congênita.

Keywords : Sífilis Congênita; Gestantes; Cuidado Pré-Natal.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese