SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue10Resting pulse rate among adolescents: the 11-year follow-up of the 1993 Pelotas (Brazil) birth cohort studyHospital admissions from birth to early adolescence and early-life risk factors: the 11-year follow-up of the 1993 Pelotas (Brazil) birth cohort study author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

MENEZES, Ana M. B. et al. Determinantes contemporâneos da pressão arterial em adolescentes: a visita de 11 anos da coorte de nascimentos de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, 1993. Cad. Saúde Pública [online]. 2010, vol.26, n.10, pp. 1972-1979. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2010001000014.

O objetivo do presente artigo foi avaliar fatores associados com a pressão arterial de adolescentes. Trata-se de estudo de coorte prospectivo, incluindo 4.452 adolescentes nascidos em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, em 1993. A pressão arterial foi medida no início e final da entrevista com aparelho digital, sendo o valor médio utilizado nas análises. A pressão arterial sistólica média foi de 101,9mmHg (DP = 12,3) e a diastólica foi de 63,4mmHg (DP = 9,9). Adolescentes com pele preta apresentaram valores mais elevados de pressão arterial sistólica do que os de pele branca. Adolescentes no quartil superior do índice de massa corporal (IMC) apresentaram uma pressão sistólica média 11,6mmHg maior do que aqueles no quartil inferior. Meninas que já menstruaram apresentaram uma pressão sistólica média 5,4mmHg maior em comparação às demais. Os resultados foram similares para a pressão arterial diastólica. O controle da pressão arterial elevada deve ser iniciado desde a infância e adolescência.

Keywords : Pressão Arterial; Adolescente; Estudos de Coortes.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English