SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue10Hospital admissions from birth to early adolescence and early-life risk factors: the 11-year follow-up of the 1993 Pelotas (Brazil) birth cohort study author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

PERES, Marco A. et al. Estudos de saúde bucal na coorte de nascimentos de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, 1993: metodologia e resultados principais. Cad. Saúde Pública [online]. 2010, vol.26, n.10, pp. 1990-1999. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2010001000016.

O objetivo deste trabalho foi descrever estudos de saúde bucal em uma coorte de nascimentos. Em 1993, teve início uma coorte de nascimentos de base populacional em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Dois estudos de saúde bucal aos 6 (n = 359) e 12 anos de idade (n = 339) foram realizados. Foi observada uma alta taxa de resposta no período entre 6 e 12 anos de idade; 94,4% das crianças pesquisadas em 1999 foram examinadas em 2005. A média do índice CPO-D aos 12 anos foi de 1,2 (DP = 1,6) para a população como um todo, variando de 0,6 (DP = 1,1) para o grupo livre de cáries aos 6 anos, 1,3 (DP = 1,5) para os que apresentaram 1-3 dentes atacados pela cárie e 1,8 (DP = 1,8) para aqueles com 4-19 dentes atacados pela cárie (p < 0,01). Observou-se um aumento da proporção de indivíduos com oclusopatias muito severas aos 12 anos, conforme o número de oclusopatias presentes aos 6 anos de idade. Problemas bucais no início da adolescência foram mais prevalentes nos indivíduos que apresentaram agravos à saúde bucal na infância.

Keywords : Saúde Bucal; Estudos de Coorte; Criança; Adolescente.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English