SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue2Dispensing of exceptional drugs for chronic renal failure: expenditures and patients' profile in Minas Gerais State, BrazilInteraction between dietary intake and GSTM1 and GSTT1 polymorphisms in head and neck cancer risk: a case-control study in São Paulo, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

POLETTO, Juliana; HARIMA, Helena Aiko; FERREIRA, Sandra Roberta Gouvea  and  GIMENO, Suely Godoy Agostinho. Hiperuricemia e fatores associados: um estudo transversal com nipo-brasileiros. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.2, pp. 369-378. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011000200018.

O objetivo deste estudo transversal foi estimar a prevalência de hiperuricemia e fatores associados entre nipo-brasileiros. Obtiveram-se informações sobre variáveis demográficas, de saúde, dietéticas e bioquímicas. O teste qui-quadrado e razões de prevalências foram utilizados como medidas de associação. 35,3% dos sujeitos tinham hiperuricemia e esta acometeu, principalmente, tabagistas, homens, com faixa etária > 55 anos, com outras comorbidades, em uso de drogas hiperuricemiantes, com creatinina sérica elevada, com maior ingestão de álcool e menor de laticínios. Em análise múltipla permaneceram significantes as associações com o sexo, excesso de peso, obesidade central, hipertrigliceridemia e uso de medicamentos. Entre os homens, o menor consumo de gorduras saturadas associou-se à hiperuricemia. Entre hipertensos ocorreu associação negativa com o consumo de laticínios. A alta prevalência de hiperuricemia indica que mudanças no perfil nutricional e controle das comorbidades associadas podem contribuir para minimizar a ocorrência dessa anormalidade.

Keywords : Hiperuricemia; Dieta; Nipo-Brasileiros.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English