SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue3Dietary patterns and correlates in adults living in Ribeirão Preto, São Paulo State, Brazil: the OBEDIARP ProjectConceptions of mental disorders and their treatment among elderly patients at a public mental health facility author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Cadernos de Saúde Pública

Print version ISSN 0102-311X

Abstract

COLUSSI, Paulo Roberto Grafitti; HAAS, Alex Nogueira; OPPERMANN, Rui Vicente  and  ROSING, Cassiano Kuchenbecker. Consumo de dentifrício e fatores associados em um grupo populacional brasileiro. Cad. Saúde Pública [online]. 2011, vol.27, n.3, pp. 546-554. ISSN 0102-311X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011000300014.

Este estudo transversal avaliou o consumo de dentifrício fluoretado e fatores associados em Passo Fundo, Rio Grande do Sul, Brasil. Seiscentos e oitenta e oito domicílios foram selecionados. Um questionário estruturado foi respondido pela mãe para obter dados demográficos, hábitos e consumo de dentifrício. O consumo foi avaliado por intermédio da duração de um tubo de dentifrício e considerado baixo (duração > 1 mês) e alto (duração < 1 mês). Modelos de regressão logística avaliaram a associação do consumo com variáveis independentes. Foi observado que 61,2% dos domicílios apresentaram alto consumo de dentifrício. No modelo multivariado, idade da mãe > 50 anos (OR = 1.62; IC95% 1,02-2,61), frequência de escovação da mãe (OR = 2,53; IC95%: 1,53-4,16), número de moradores que utilizam escova (OR = 5,69; IC95%: 3,68-8,81) e motivo cosmético para escolha do dentifrício (OR = 1,64; IC95%:1,03-2,61) representaram maior chance de alto consumo de dentifrício. Conclui-se que a maioria dos domicílios apresenta consumo elevado de dentifrício, associado com idade e frequência de escovação da mãe, número de moradores e motivos de escolha.

Keywords : Dentifrício; Flúor; Saúde Bucal; Risco.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese